Destreinamento: O que fazer no final de ano quando a temporada acaba?

Destreinamento: O que fazer no final de ano quando a temporada acaba?

Chegou o final do ano e muitos triatletas aliviam nos treinos. É chegada a fase de Destreinamento. Entenda como funciona esta fase e o que fazer para poder aproveitar ao máximo as festas de final de ano sem chutar o balde e perder tudo o que conseguiu durante a temporada com as dicas do treinador Rodrigo Baltazar da New Pace.


Dezembro chegou e para muitos atletas encerra-se a temporada de treinos puxados e provas. Com exceção daqueles que têm provas em janeiro 2018, como Pucón/Chile, os days off se tornam mais presentes na planilha e, de modo geral, há uma diminuição de carga de treino (volume e intensidade). Dentro do treinamento científico que é estruturado pela periodização, é chegada a fase de transição ou destreinamento.

Por mais absurdo que a palavra possa transmitir no seu significado e não ser compatível com a ideia de constante evolução, essa fase da periodização é fundamental para o Atleta.

Do ponto de vista fisiológico, há uma necessidade de o organismo reestabelecer sua homeostase, e esse descanso possibilitará nas fases seguintes um ganho de performance maior do que a temporada passada. Pode também aproveitar para tratar aquela lesão que acompanhou você nos últimos meses e começar o próximo ano zerado

Motivacionalmente também existem benefícios como:

  • variar algumas modalidade: Os treinos de pista, fartlek e longos podem ser substituídos por algum Trail run. Experimente correr sem o seu monitor com GPS e aprecie mais a paisagem;
  • utilizar a Mountain Bike para os treinos de ciclismo:
  • Além de oferecer a possibilidade de conhecer novas rotas, a MTB ajudará você a desenvolver suas habilidades sobre 2 rodas;
  • Invista na técnica: Sabe aqueles educativos de natação que faltavam para completar a planilha, por que não dava tempo ou o treino já havia consumido sua energia para fazê-los com qualidade? Por que não agora?
  • Passar mais tempo com a família e amigos: Nosso esporte consome muitas horas livres que poderíamos estar com eles. Retribua todo suporte e a torcida do ano passando mais tempos em casa ou num happy-hour.

Por fim, planejar os próximos passos é fundamental para alcançar os objetivos desejados.

Converse com o seu treinador, elabore o calendário de provas de 2018 e faça um check-up para ver como está a sua saúde.

Bons treinos e boas festas!


Por Rodrigo Baltazar, atleta e treinador Multiesporte – Newpace Assessoria Esportiva. Mestrando em Ciências do Movimento Humano – UDESC.Técnico Triathlon Nível II CBTri. Licenciado Bike Fit Precision System by TREK – USA. CREF: 012206-G/SC. www.newpace.com.br

COMPARTILHAR