Challenge Roth reúne 6 top 10 Kona 2018 no Pro Start List Masculino para 2019

A tradicional prova alemã trouxe grandes nomes do triathlon mundial da longa distância para a sua edição de 2019. No masculino, 6 deles foram top 10 em Kona 2018. São eles:

  • Bart Aernouts (2o. Kona 2018);
  • David McNamee (3o. Kona 2018);
  • Braden Currie (5o. Kona 2018);
  • Matt Russel (6o. Kona 2018);
  • Andy Potts (8o. Kona 2018);
  • Cameron Wurf (9o. Kona 2018).

Bart Aernouts (BEL) não é novato em Roth, tendo vencido a edição de 2017 (7:59:07). Sua segunda colocação em Kona 2018 foi espetacular, ficando 4’ atrás do bicampeão Patrick Lange. Bart tem uma ciclismo e uma corrida muito forte, prova disso é o seu título de campeão mundial de Duathlon (2010) e isto é uma grande arma para a prova na Bavaria. O percurso de Roth é perfeito para quem tem estas duas modalidades em dia.

O britânico David McNamee tem dois terceiros lugares em Kona ( 2017 e 2018) e o terceiro melhor tempo final da prova (8:01:09). Aos 30 anos de idade, ele correu a maratona de Kona com a parcial de 2:46:03. Mais um forte corredor ao longo do canal de Roth.

A lenda Andy Potts (EUA) vem para Roth em busca da vitória. Potty, aos seus 42 anos, é um nome muito respeitado entre os atletas profissionais. Ele carrega 8 vitórias em provas de Ironman e, ano passado, conseguiu sua melhor classificação em Kona. Sua principal arma sempre foi a natação e, pode ser, o primeiro homem a sair da água. Se o fizer, resta saber por quanto tempo ele vai segurar a liderança da prova no ciclismo, pois Cameron Wurf (AUS) volta para Roth com a promessa de novamente esmerilhar os pedais.

Cameron fez o melhor pedal de Roth em 2018 (4:05:37) e, ainda, fez história em Kona, baixando o sarrafo e estabelecendo o novo recorde do ciclismo da prova americana (4:09:06). Ele precisa “melhorar” a corrida. Isso mesmo!! Colocamos em aspas, porque ele corre bem, mas ainda insuficiente para segurar posições. Ele sabe disso e já vem dando sinais de que está fazendo o dever de casa: no Ironman Western Australia ele marcou 2:56:29.

Outros nomes interessantes e não menos importantes estão no start list masculino, como Andreas Dreitz e Andreas Böcherer, ambos alemães. Dreitz é o favorito dos alemães para a vitória da prova. O atleta é local de Nuremberg, cidade próxima à Roth e ficou com a segunda colocação em Roth 2018, atrás de Sebastian Kienle.

Start List Feminino

O start list feminino para Roth 2019 também não fica atrás conseguindo reunir os seguintes nomes, dentre outros:

  • Laura Philipp;
  • Lucy Charles;
  • Sarah Crowley;
  • Laura Siddall.

Lucy Charles (GBR) é a nossa aposta para a vitória em Roth 2019. Com o segundo lugar na edição de Roth 2018 e, depois, o duelo com Daniela Ryf em Kona, também ficando em o segundo lugar, a britânica deve estar faminta pela vitória. Com 25 anos de idade, uma forte natação e um ciclismo que não deixa a desejar, não vai ser estranho ver ela correndo forte pelas ruas de Roth.

Aos 31 anos de idade, Laura Philipp é uma excepcional triatleta. Ela venceu as principais provas de meio Ironman em 2018 e, em outubro de 2018, quando todos prestavam atenção em Kona, a alemã venceu seu primeiro Ironman, em Barcelona, estabelecendo o novo recorde da prova espanhola (8:34:57).

A experiente Laura Siddall divide sua temperada entre Nova Zelândia e a Espanha, embora seja britânica. Ela ficou em quarto lugar em Roth 2018 marcando a sua melhor marca (8:48:42). Para não ficarmos somente nisso, ela ainda venceu pela segunda vez o Ironman Australia e o Ironman da Nova Zelândia, em 2018.

A australiana Sarah Crowley é outro importante destaque. Ela venceu o ITU Long Distance Triathlon World Championship 2017 e na mesma temporada conquistou o terceiro lugar em Kona. Ela detém as seguintes vitórias: Ironman Cairns, Ironman Germany, Ironman Hamburg, Ironman Mar del Plata.


Por Erik Coser, editor e fotógrafo da Revista Alltrinews.

COMPARTILHAR